2009-06-14

A Amizade na Blogosfera

O Paixão dos Sentidos embora seja escrito apenas por mim, tem o imenso contributo de todas as pessoas que vivem ou trabalham comigo. Quando não estou em condições de escrever, quando perco esta vontade de vir aqui ao fim do dia para vos contar uma ou outra história que nos tocou, ele pára mesmo.
Este fim de semana antecedido por feriados, serviu para uma grande reflexão sobre a relação das pessoas e a amizade em todas as suas nuances que a Internet pode proporcionar.
Pensámos na quantidade de amigos tão queridos que nos foram contactando desde que há 3 anos demos vida a este blog, e que apenas conhecemos através da sua escrita, ou nos comentários ou nos mails que nos fazem chegar com alguma frequência. Alguns até com ideia aproximada de como são, pelas fotos que igualmente nos enviam.
Pensámos na quantidade de amigos tão especiais que conhecemos já pessoalmente graças a esta permanente troca de ideias: o Ezequiel, a Dulce, o Américo Rodrigues, o Americo Jorge, o Armando Lopes, o Luis Barros, o Rodrigo Lazcano, a Nuria, o Joaquim Santos, o Carlos Gonçalves, o Alberto Alves, o Miguel Ângelo, o Sílvio Leiria...
Pensámos nos tupinambos que finalmente crescem na horta graças à simpatia da Elsa Gonçalves e da Caryn, na série de vasos com arvorezinhas tropicais e ervas aromáticas oferecidas pelo Filipe, no “jardim do Augusto”, que é como baptizámos um espaço repleto de vasos com as plantas mais diversas que nos tem chegado através dele, assim como uma série de apetrechos de jardinagem.
E o Mário que depois nos ter convidado este fim de semana para visitarmos a sua casa em Benavente, tinha à nossa espera uma série de pequenos inventos muito úteis feitos por ele, mais uma máquina de lavar roupa que deixou de lavar para ter uma jante de mota soldada ao motor de centrifugação, permitindo assim o movimento de um cabo de aço entre esta jante e uma outra colocada num local distante com o intuito que esse cabo ao girar e levando uma série de fitas coloridas penduradas, pudesse espantar a passarada que tem vindo a dizimar as nossas plantações. E ainda o surpreendente Robot-Miguel, espantalho curiosíssimo, que possivelmente nem sequer irá para o campo espantar os corvos, tal é o carinho que sentimos por ele para não o expôr ao desgaste das intempéries e que, muito sinceramente, nem soubemos arranjar palavras para expressar o nosso agradecimento ao Mário por tamanha oferta.


Por todas estas manifestações de tanto carinho e amizade, resolvemos não publicar o texto já alinhavado para o encerramento definitivo deste blog. Em sua substituição publicamos este, acompanhado de um fortísssimo abraço a todos aqueles que nos estão a ler neste momento.
E vamos seguir em frente. Obrigada a todos!

video


29 comentários:

pinguim disse...

A Amizade mostrou quanto vale.
Seria uma pena este blog fechar, mesmo com uma periodicidade irregular, ele é uma imensa fonte de conhecimentos e de "saber viver".
Da minha parte, um imenso obrigado por seguires em frente.
Beijinho.

Luciano Lema disse...

De facto, é sempre um prazer poder ler um post novo teu e ficar um pouco contagiado por essa paixão que te (vos) move. Obrigado por continuares a partilhar estes momentos e histórias que têm tanto de surpreendente como de didáctico e humano. Nós é que agradecemos!
Um beijinho!

Ezequiel Coelho disse...

Querida Ana,
ao ler estas (e tantas outras) tuas palavras sobre a Amizade e sobre o que ela envolve, não pude deixar de me lembrar de uma canção que bem se te assenta: "Com um brilhozinho nos olhos"
Bem sabes o quanto gosto de ti!

Um enorme abraço e um beijo!

Joba disse...

Na quinta da Ermida,recebemos este novo post com muita alegria. Já poderemos contar de novo com as leituras ao cair da noite.Obrigado por continuar o seu blog.

joba
www.olugarnuncapensei.blogspot.com

Anónimo disse...

Por todas as amizades continua a escrever que todos adoramos as tuas prosas.
Silvio

Tongzhi disse...

Ainda bem que aconteceu esse encontro que vos fez não encerrar o blog.
É tão agradável, quando vejo que tem um post novo, abrir o blog e "devorar" tudo o que escreves!!!
E o que eu tenho aprendido?

Obrigado por tudo isto!

Beijo

cduxa disse...

Uma boa notícia, um grande, grande abraço.
Canduxa

Anónimo disse...

Oi Ana Bela, mas que graça achei de vir já encontrar no seu blog, uma referência a este brinquedo que lhe fiz com tanto gosto, para tentar ajudá-la a afugentar a passarada que lhe faz tantos estragos ! Estou certo que a sua implantação no milheiral, irá dar origem a outros artigos, até porque estamos muito necessitados de informações práticas, com ele à chuva, vento e Sol.
Mas tenho as minhas dúvidas de os meus 82 anos, a permitirem acompanhar...
Veremos o que irá acontecer.
Carinhos do
Mário de Portugal

Blogue NOVAS disse...

Ainda bem que a visita ao nosso comum amigo Mário Portugal ajudou a afastar as núvens negras que pairavam....... e nós , felizmente, temos a continuidade da sua presença na blogosfera. Acredite que muitos a estimam mesmo sem se manifestarem. Um abraço J. Nogueira

Rosa disse...

Claro Ana! Continuar faz todo o sentido, e por uma razão dessas ainda mais. Este é um dos blogs que me fez perceber que era possível criar verdadeiros laços de amizade atravéz de um blog (se não tivesse visto não acreditava)

Oris disse...

Nem imaginas a pena que ia ter se fechasses o blogue.

Gosto de ler o que escreves e da maneira como o fazes.

:)))

Beijitos, Ana

Duarte disse...

Era necessário que voltasses, as tuas palavras, ainda que escritas em equipo, algo extraordinário! quando o que resulta mais frequente é a desagregação.
Fico feliz por voltar-te a ter por aqui. Surpreendido e estimulado com os inventos do Mário, a isso é ao que se deve chamar constância e criatividade. Que bom que hajam pessoas assim, com tal inquietude.
Quando vos terei por terras valencianas? Seria um prazer imenso!
Recebe todo o meu afecto num forte abraço, extensivo a esse grupo tão estupendo

Bichodeconta disse...

Que bom chegar aqui e ter um post , uma ode á amizade..Ainda que virtual, não saberão as pessoas o quanto algumas destas amizades são importantes para mim.. Acho que precisava de estar pertodesses jardins e hortas.Tenho saudades de mexer na terra, de mondar e ornamentar .Quero acreditar que não nos vai abandonar..Não tenho procuração das outras pessoas, mas sei o quento a sua presença é importante para mim, sobretudo nos dias em que a solidão aperta e a saude fica mais debilitada..Quem como eu trabalhou desde os nove anos, chegar ao 55 e ficar sem o meu trabalho e o meu ordenado está a dar cabo de mim num caminho sem retrocesso.. UM BEIJINHO MUITO GRANDE, A VIDA É FEITA DE PERDAS E GANHOS, MAS É SOBRETUDO FEITA DE SABERES E DE AMIZADE E PRÓXIMIDADE UNS COM OS OUTROS..vOLTAREI SEMPRE A ESTE ESPAÇO DE QUE TANTO GOSTO E ONDE PARA ALÉM DE JARDINAJEM E HORTICULTURA TENHO CONFIRMADO O VALOR DA AMIZADE..

Paulo disse...

Ana, penso que muitos de nós (todos?) já pensámos alguma vez em fechar os blogues. Por alguma razão, lá vamos continuando. Espero que continues também, com ânimo, a tua paixão dos sentidos.

Emília disse...

Olá, Ana Bela !
Provavelmente nem imaginavas que também eu leio sempre, e atentamente, o teu Blog. Sempre repleto de interesse, e de que gosto muito.
Como tua amiga há quase meio século (tantos anos, já viste ? rsss), e conhecendo a tua sensibilidade e capacidade para transmitires pela escrita uma bonita forma de olhar a vida, fico feliz ao saber pelo teu novo post que decidiste prosseguir com o mesmo. Uma decisão sensata, Amiga !
Beijinhos.

Pandora disse...

Ainda bem que não vais desistir de aqui vir, mesmo que de vez em quando, por que as amisades mesmo que virtuais são para sempre.
Beijos, e esperarei sempre por ti

Ana T disse...

Acho que só te posso dizer "obrigada" por continuares a partilhar A Paixão dos Sentidos.

Azinheira disse...

Bom, ando atrasada com as notícias só passo de vez em quando, mas desta foi bem bom por saber que posso continuar a passar...
Nem sempre comento mas mesmo do outro lado do Atlântico sabe bem vir aqui.
Que bom que vais continuar.
Azinheira

maria disse...

Ora aí está uma decisão acertada: continuar. Nós vamos ter paciência se a periodicidade não for aquela que desejamos e vamos passar por aqui.

Rita Lemos disse...

Olá Ana,

ADOREI o espantalho, que coisa mais querida :-)

Ainda bem que mantêm o blog, ainda que esporádico. Venho por cá pouco como sabem, mas gosto sempre de vir aqui saber de vós.
Beijo grande

Joaquim Nogueira disse...

Fui dar uma vista de olhos pelo blog do Mário Portugal que tem lá uma foto da sua última visita ao nosso Amigo. Essa foto ficaria muito bem nesta sua mensagem.Por que não a coloca ? Um abraço de amizade

Espaço do João disse...

Óh Ana.
Mas que ideia fechar este belíssimo espaço? Aqui onde se aprende a arte de bem receber e transmitir amizades, onde se admiram a vida campestre, onde os pássaros pipilam, não posso crer que te tivesse passado pela cabeça semelhante tentação. Sei o que são tempos difíceis, pois este ano também fui apanhado com a perda de cinco familiares, mas todos nós partimos como é sabido. Enquanto formos vivos,façamos os possíveis por cuidar dos vivos. Vamos ter muito tempo para deixar de ver e ouvir tudo que é belo. O sono profundo chegará a seu tempo. Por favor não nos deixes. Como soube do acontecimento, não achei oportuno enviar-te e-mails. Não foi por esquecimento, mas sim por entender que quando se sofre devemos respeitar esse estado. Espero que voltes. Este ano se nada acontecer em contrário,pelo mês de Setembro, tencionamos ir até Viseu. Ficarei grato em conhecer-te.Até lá muita água correrá debaixo das pontes. Recebe um grande e fraterno abraço deste teu amigo virtual. João.

Bichodeconta disse...

Bati á porta , estava entreaberta e tomei a liberdade de entrar. Vasculhei cada recanto onde só encontrei amor e bem querer.. Adivinha-se á distancia esta evidencia.. Sobre a mesa deixo abraços e o desejo de boa semana..

Rubi disse...

Acho bem. Podemos sempre parar por um tempo, mas nao tem de encerrar. Beijinhos

bettips disse...

Tão bonito, isto tudo que dizes e se sente.
Falta-nos esta ligação. À Terra, essa amiga generosa. Por isso a espreito, quando tenho muitas saudades.
Terra de palavras fertéis.
Bj

Maria, Simplesmente disse...

Ja me sinto mais contente, por vê-la regressar.
Espero que faça um esforço, pois amigos partem, mas não nos abandonam, e outros... ficam.
Bjs
Maria

Ventor disse...

Não penses nisso! Eu, por vezes também penso em desistir, mas faço sempre marcha à ré, quando me lembro das pessoas que me escrevem e-mails e que sei que vão passando pelos meus Sites.
Por exemplo, agora fui dar umas caminhadas pelas minhas Montanhas Lindas e irei colocando umas fotos para lembrar aos que lá por longe, me pedem para continuar a colocar fotos das nossas Montanhas Lindas http://adrao.blogs.sapo.pt/ e puderem continuar a caminhar comigo, que vale a pena recordar, sempre! Beijinhos e continua a escrever as coisas lindas que continuarás a ter por aí, para nós.

poetaeusou . . . disse...

*
que belo mar de amizade,
é este poste,
que beleza por partilhares,
,
brisas encantadas,
envio-te,
,
*

redonda disse...

Ainda bem que vai continuar.