2009-12-13

Voltámos!

Cá estamos de novo, agradecendo as simpáticas palavras dos amigos que pensavam que tínhamos desistido do Paixão dos Sentidos.
Não desistimos, ainda que tivéssemos tentado :)
Faz-nos falta estes bocadinhos em que estamos convosco contando as nossas histórias e lendo as vossas.
Estes últimos tempos têm sido muito difíceis, com imenso trabalho, devido ao afastamento do nosso caseiro que teve que ser sujeito a duas cirurgias, das quais tem vindo a recuperar muito lentamente.
Uma delas foi a uma hérnia, muito frequente nos homens de trabalho rural que se esforçam frequentemente deslocando pesos excessivos sem terem os devidos cuidados.
A outra que nos surpreendeu, pela sua raridade, foi o ter sido operado ao estômago para lhe extraírem um bezoar.
Para aqueles amigos menos informados ou que tenham perdido alguns episódios do Dr. House, um bezoar é uma bola que se forma no estômago (ou nos intestinos) com materiais que não são digeríveis e que não consegue seguir o trajecto normal.
Essa bola vai aumentando com o tempo e provoca incómodo e problemas diversos.
Descobriram o bezoar quando procuravam, por endoscopia, uma possível úlcera que justificasse a anemia e a magreza exagerada do nosso colaborador.
Curiosamente, um dos primeiros conselhos foi o de beber bastante coca-cola para tentar a sua dissolução, o que potenciou a nossa reserva contra o uso e abuso deste refrigerante. Mas o método não resultou neste caso.
Fracassou também a tentativa de o fragmentar e retirar por via endoscópica e por isso avançou-se para a cirurgia que tendo sido pouco invasiva, foi de recuperação muito lenta devido a outros problemas de saúde.
Soubemos depois que este bezoar era formado por fibras que por qualquer razão se foram enrolando, formando um novelo duro e definitivamente impossibilitado de seguir para o intestino.
Esta história fez-nos pensar nos nossos amigos que perseguindo a ideia de hábitos saudáveis, comem quantidades excessivas de fibras e passam o dia a beber garrafas de água.
A mensagem que tentamos passar com este texto, é que devemos consumir fibras, devemos beber água, mas sem excessos. Em caso de dúvida sobre as quantidades a ingerir, nada melhor que pedir conselho ao seu médico.
O caso do nosso caseiro é raro. O mais provável é o bezoar ter surgido devido a anomalias no funcionamento do seu organismo. Mas ainda assim, é preciso estarmos atentos e não nos deixarmos arrastar ingenuamente por correntes que podem estar a mascarar outros interesses.

E agora que já explicámos o que nos tem afastado de escritas e leituras e estando esperançados que as coisas comecem a funcionar normalmente, vamos terminar este post com fotos de uma jovem enregelada que esta manhã se encontrava encostada a um murete.



Estava muito molengona com o frio mas conseguia-se ver que já tinha ingerido o pequeno almoço.


Sabia-lhe bem receber o calor da minha mão...


Poucos minutos depois, mais animadita, já olhava em volta preocupada com a demora das fotografias



Esperemos que tenha conseguido um bom lugar para passar o Inverno e que nos venha surpreender quando chegar a Primavera.


28 comentários:

Anónimo disse...

Olá Ana
Realmente, eu já estava um pouco intrigado com o seu silêncio no Blog, mas como tem estado muito ocupada a fazer os trabalhos do Sebastão, alem dos seus normais, dava para entender.

Gostei de ver a sua cobrinha toda catita, nas suas mãos.
Bela semana de descanso em Seia
e venha cheia da sua alegria e mais ideia para continuar o Blog.


Mário

pinguim disse...

Que bom voltar a ler-te e claro, a aprender como sempre que aqui se vem ler um post.
Beijinhos.

teresa g. disse...

Ana, este post é fantástico (bem, normalmente todos o são, mas este ainda mais). A maioria das pessoas não gosta das cobras, tem-lhes aversão ou horror, e há pessoas nas zonas rurais que teimam em matar todas as que aparecem na frente, mesmo sabendo que não lhes fazem mal. E estas fotos falam por si. As cobras, são como todos os outros animais, nossas companheiras!
As melhoras para o vosso caseiro. E vemo-nos sempre por aí :)

Tongzhi disse...

Mais um post e mais uma lição!! Desconhecia essa doença, mas concordo com os exageros de certas práticas.
Quanto à cobra... lagarto, lagarto, lagarto!!! Não era na minha mão que essas fotografias eram tiradas!!!
Abraços

Oris disse...

Que bom...poder ler-te novamente.

Fico contente que continues a encantar-nos com as tuas descrições sobre a quinta.

Nunca tinha ouvido falar de tal doença. Espero que o senhor esteja a recuperar bem.

Quanto à cobrita....bem, ela é muito gira na fotografia...porque se a encontrasse por perto fugia a sete pés!!!!

:)))

Boa semana.

Beijitos, Ana.

RUTE disse...

Essa do bezoar deixou-me pensativa. Mas por acaso não exagero nas fibras, embora prefira produtos integrais.

Quanto à cobra: Chiça! dão-me cá um medo, mesmo pequeninas assim, eu é que não lhe dáva a minha mão!

Obrigada pelas noticias :)

RUTE disse...

Também era incapaz de lhe fazer mal (claro!).

Joaquim Nogueira disse...

Ora ainda bem que veio nova crónica e muito interessante. Aos gatos é que é comum formarem-se bolas no estômago, dado o hábito de lamberem o pelo. Como vai o livro do Mário ? Um bom ano 2010 é o que lhe desejo.

Pandora disse...

Não fazia ideia que se podiam formar essas coisas no nosso estômago, e espero que o senhor melhore depressa.
No inicio do Outono, encontrei uma aqui no empedrado do meu quintal, toda enroladinha debaixo de uma pedra.Devia ter o mesmo tamanho dessa. Como ficou assustada, mostrou-se agressiva e meti-a dentro de um frasco. Mais tarde, depois de a mostrar á família levei-a para o campo e soltei-a.
Bem vinda de volta.
Beijos

horticasa disse...

Gostei do seu sitio.
Não li tudo mas vou continuar a visita-lo.
Entretanto deixo o meu para lhe pedir que me dê uma opião sincera.
Muito obrigada
Eugeni do vale

Duarte disse...

Só pensei que algo te mantinha afastada daqui e dali por excesso de trabalho.
O QUE SUPUZ ERA REAL SÓ É DE LAMENTAR AS DUAS INTERVENÇÕES CIRÚRGICAS DO VOSSO CASEIRO.
É BOM VER QUE ESTAIS AÍ E BEM. ADEMAIS COM NOVAS AVENTURAS, DESSAS QUE ENGANCHAM PELA SUA NATURALIDADE.
Gosto da docência nas exposições.
Uma cobra fotogênica! Essa vai-se fazer domestica.
Beijinhos, e que tudo comece a correr bem

bettips disse...

Com o calor humano...
até as cobras são felizes!
Bjinho

Espaço do João disse...

Olha...A Ana voltou.
Já estava admirado coma ausência. Os seus textos são um bálsamo para o nosso cérebro.
O que aconteceu ao vosso empregado, é muito comum nos negros. Eu quando estive em Angola, tive conhecimento desse facto. Os negros no tempo das mangas, comiam muitas e, algumas delas tinham muitas fibras e, daí serem atacados por esse motivo. Muitos morriam, pois não eram assistidos na saúde.
Faço votos para que tenha um Natal alegre e que o Novo Ano que se aproxima vos traga paz, saúde e Amor.

Joba disse...

abençoados os minutos que passamos a receber noticias da paixão dos sentidos. Feliz Natal.

E que tal partilhar uma receita interessante aí dessa zona de Portugal para todos nós como presente?

Bjs de " o lugar nunca pensei " - Açores

Eira-Velha disse...

Bom dia.
Vim aqui ver as novidades mas, especialmente, desejar que passe um Natal Feliz junto de todos que lhe são caros.

Ana T disse...

Olá Ana. Ainda bem que o vosso caseiro está a recuperar.
Queria só deixar os meus votos de Feliz Natal e que este malfadado 2009 acabe bem depressa para dar lugar ao Novo Ano, fresquinho e cheio de expectativas.
Boas Festas para todos

Bichodeconta disse...

Bendita hora em que me lembrei de parar aqui.Fico feliz por ter voltado, ler-te é sempre muito bom. Na esperança de que o teu colaborador se recupere rápido, fiquei a saber mais alguma coisa que desconhecia e que prova que mesmo as saudáveis fibras se ingeridas em demasia podem trazer consequencias desastrosas. Felizmente parece que o senhor está a recuperar.As fotos da cobra, bem, são deliciosas.Eu que cresci no campo fico sempre admirada dos medos de bichos do campo.Muito eu gostava de apanhar uma cobrinha e correr atrás das colegas de trabalho menos afoitas. É tã bom ter-te de volta, DESEJO QUE TENHAM PAZ E AMOR AO LONGO DO ANO QUE SE APRÓXIMA E SE ADIVINHA DIFÍCIL DEMAIS.FELIZES SEJAM TODOS OS TEUS DIAS .UM BEIJINHO, ELL

Bichodeconta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria, Simplesmente disse...

Ana, estranhei a sua ausência...!
Um Bom Nata para todos.
Beijo
Maria

poetaeusou . . . disse...

*
omitindo os repteis
que me afliiiiiiigem . . .
,
gostei do post !
,
do Natal,
que vai voando,
,
nas asas do vento
em desejos renovados
deixo,
vendavais de saúde
tempestades de amizade
marés de sereno carinho
e vagas de benquerenças
transportadas
no bico de uma gaivota .
,
maresias Natalícias,
ficam,
,

Ao 2010, que está chegando,
,
se eu fosse o futuro
pincelava o 2010
de um modo desigual,
invertia os grandes mestres
estimulava os absurdos
convertendo o obscuro,
o branco seria carinho
a tolerância o preto
no rosado da saúde,
e o azul da amizade
feita ternura esmeraldina
na meiguice amarelada,
eu quero a Paz anilada
no lilás da paixão
em violeta de amor,
e de forma desejada
ofereço, como gratidão,
o perfume de uma flor.
,
que venha o 2010 !!!
,
conchinhas
,
*

Bichodeconta disse...

Feliz ano de 2010 a ti e a todos os que te são queridos.Que o mau tempo não se tenha feito sentir por aí.Paz e saúde, desejo tudo de bom.Um beijinho, Ell

Maria, Simplesmente disse...

Ana, um Ano muito Bom e Feliz lhe desejo
Beijo
Maria

Maria, Simplesmente disse...

Ana, um Ano muito Bom e Feliz lhe desejo
Beijo
Maria

António disse...

Viva!

Já “espreito” este blog á mais de um ano (aliás, foi o primeiro blog que eu comecei a seguir com interesse), e só hoje é que resolvi “participar”, apesar ter havido tantas hipóteses para o fazer… Comento hoje, início de 2010, com o intuito de lhe agradecer os “serões” bem passados, na companhia dos seus comentários instrutivos!
Felicidades para 2010 na sua horta.

António disse...

Viva!

Já “espreito” este blog á mais de um ano (aliás, foi o primeiro blog que eu comecei a seguir com interesse), e só hoje é que resolvi “participar” apesar ter havido tantas hipóteses para o fazer… Comento hoje, início de 2010, com o intuito de lhe agradecer os “serões” bem passados, na companhia dos seus comentários instrutivos!
Felicidades para 2010 na sua horta.

Espaço do João disse...

Amiga Ana.
Em primeiro que o ano que está a entrar seja o culminar dos vossos desejos.Faz tanta falta neste espaço , pois todos os dias venho ver se há novidades. Também sinto a sua falta pelos meus sítios mas, há razão para isso.Os afazeres em primeiro lugar.Espero que o seu empregado melhore, para que possa compartilhar um pouco connosco. Um grande abraço.João

Maria, Simplesmente disse...

Ana é talvez a quarta vez que aqui entro mas não consigo deixar-lhe um comentário como gostaria pois só a visão das fotografias com as cobras me arrepiam.
Sinto-me arrepiada por estes bichinhos e não consigo controlar-me.
Desejo que o vosso doente já esteja bem, e obrigada por me esclarecer sobre uma doença que para mim era totalmente desconhecida.
Felizmente sou moderada na injestão de fibras, como de tudo aliás.
Beijo Ana e mais uma vez um Bom Ano.

Lara disse...

olá ! dei com seu blog recentemente . Espero que entretanto o senhor já esteja recuperado .
Confesso que assim que vi a foto da cobrita não resisti a comentar... ainda que pequena arrepiei-me toda ... se bem que ela parecia estar a gostar do passeiozito ... :)