2006-11-09

Cantinhos do meu jardim

Não tenho aparecido porque ando um bocado enchirida (nem sei como escrever o diabo desta palavra tão vulgar aqui na zona) o que quer dizer que ando assim meia tristita, adoentada e sem vontade para nada. O tempo disponível ocupo-o a ler os blogs dos amigos que são de tal maneira interessantes que me limito a usufruir do prazer da leitura. Mas, para não deixar este blog mais tempo parado o que já começa a preocupar os amigos mais próximos, resolvi publicar algumas fotos tiradas no meu jardim.

Posted by Picasa

Um castanheiro generoso


Posted by Picasa
Uma abelha no Callistemon
  Posted by Picasa
Salva (Salvia officinalis)
  Posted by Picasa
Mangericão (Ocimum basilicum)
  Posted by Picasa
Erva-cidreira (Melissa officinalis)   Posted by Picasa








Poejos em flor (Mentha pulegium)

19 comentários:

anete joaquim disse...

Engraçado! O que chamas erva-cidreira parece-me hortelã. Mas, também, nunca vi erva-cidreira, verdade seja dita.
As tuas melhoras. Este tempo não tem ajudado a curar mazelas. Aproveitemos o "Verão de São Martinho". É sol de pouca dura, mas é melhor do que nada.
Tens cá um "jardim"! Que "trabalhera", né?
um beijão

maria diegues disse...

Realmente esse castanheiro é bem generoso...
Tenho uma nogueira que resolveu nascer num canteiro sem me pedir autorização, não sei como foi ali parar.
Olhando para as tuas "ervinhas" lembrei-me agora que uma vizinha já de 85 anos tem uma horta pequenina onde não falta nada e há dias deu-me coentros, como traziam raiz plantei-os, achas que vão avante?
Esta velhota simpática até da cascas de batata consegue obter batatal!!!
Tudo o que ela espeta na terra vive.
Bjs.

MaD disse...

Minha boa amiga Ana Ramon

É quase inacreditável como precisamente enquanto eu colocava um "link" para o seu blog, a Ana estava a fazer um comentário tão simpático no meu.

Desculpe não ter já descoberto "A Paixão dos Sentidos" há mais tempo, mas, agora, passarei a visitá-la regularmente.

Retribuo-lhe os cumprimentos e envio-lhe, igualmente, um grande abraço.

ez disse...

:)
(já volto.. para comentar!)
Bjs

chauffeurnavarrus disse...

Há dias e dias...
O CN, como sabes, também anda à espera de um dia diferente que teima em não chegar... Ok, já sei que me vais dizer que estamos impacientes... mas a verdade é que estamos mesmo.
Tu ainda vais pondo uns posts... aqui deste lado, anda na média de um por mês o que, neste momento, já é muito bom :)
A partir de Janeiro, quando tudo tiver mais calmo e a futura motorista concluir o estágio, estou convicto que vamos ter mais novidades, com maior regularidade. Beijos grandes from Chauffeur Navarrus

AnaG. disse...

Mas que cantinho tão cheiroso...
Também concordo...deve dar uma "trabalhera"....
Beijinho

Luciano disse...

As melhoras e ânimo!

Osvaldo Simões disse...

Pelas fotografias verifico que a Ana Bela tem um magnífico jardim, não se justificando, por isso tanta tristeza.
Estimo as suas melhoras e que vá tirando mais fotos. Cumprimentos,

Manuel Anastácio disse...

Muito triste fique por saber que não andas muito bem. É, com certeza, a mudança do tempo. Bebe um pouco de vinho novo no São Martinho. Talvez o que diz o Seringador seja verdade... ;)

cláudia disse...

É o jardim dos meus sonhos :) sempre fui "menina de gaiola de cimento" como diziam uns amigos dos meus pais quando eu ia à quinta deles. As melhoras!

Moura disse...

Blog interessante. Gostei de ler o post anterior onde refere uma visita guiada pelo prof. Jorge Paiva. Fez-me recordar um dia memorável para mim, nos anos 90,na companhia do referido expert pelas paisagens da Serra de Sicó! Que energia cativante ele transmitia. Ficou-me na memória e já lá vão uns 12 anos...
Um abraço

Besnico di Roma disse...

ANINHAS, credo!... ele é Calistemon, Ocimum Basílicum, este último deve ser da família do “Primo Basílicum” com tantos nomes difíceis não sei que te diga, fiquei com cãibras na língua.
Quando estiver melhor, venho agradecer a tua visita ao meu blog e dizer que o teu Castanheiro é um espectáculo.
Beijitos e bom fim de semana

Badala disse...

Tens um lindo jardim. Até tens plantas para fazer chá.
Um abraço.

Ana Ramon disse...

Espreitei esta salinha e até me assustei de tão cheia de amigos que estava. Obrigada pelo carinho mas eu devo ter-me expressado mal: não estou doente, doente! Ando assim sem vontade, sem graça, a pedir a um pé licença para mexer o outro. Sabem como é? Pois então, é assim que me sinto. Talvez a perspectiva de ficar sem o caseiro a partir do fim do ano (vai tentar a sorte emigrando) também não tenha ajudado muito. Não se consegue arranjar ninguém para o substituir e isso já começa a dar-me cabo dos nervos. Mas enfim, como dizia a Anete em tempos, também não é a morte de ninguém. E então vou responder aos comentários:
- Só consegues confundir a erva-cidreira com a hortelã à distância, Anete. Ao pé consegues logo distingui-las pelo seu aroma tão diferente. Já te mandei um mail para reparares na diferença das folhas. Quanto ao jardim (aos jardins) não me dá/dão tanta trabalhera porque passo a vida agarrada aos blogs :))
- Pode ser que tenhas sorte, Maria. Mas o mais certo é ficarem pequenitos e encherem-se logo de sementes. Guardas e semeias na Primavera. Quanto à tua vizinha, fez-me lembrar a minha mãe. Também tinha o polegar verde. As cascas dão batatas se forem para a terra com sinal de grelinho. Tens um jardim muito acarinhado e por isso é que te oferece nogueiras e outras coisas. Sortuda!
- Obrigada pela visita Mad. Tenho passado belíssimos momentos de risota ao ler os seus textos. Ás vezes já estou a fazer outras coisas e ainda a rir-me com esta ou aquela expressão. Quando era miúda divertia-me imenso a ouvir um grupo de vizinhas alentejanas a conversar. Havia alturas em que não percebia nada do que diziam e acabava por chorar de tanto rir. Parabéns pelo seu esforço.
- Fiquei à tua espera ez... mas pronto, calculo que estejas de volta das obras. Obrigada pela visita.
- E tu Chauffeur tens que esperar pelas 9 luas, como dizem os antigos. Não queiras nada apressado. Depois recuperas, não te preocupes. Fazemos uma festa grande no primeiro espectáculo do próximo ano.
- Olá anag. A ver se ponho mais fotos porque não são só estas as minhas ervas aromáticas. Todas elas têm efeitos curativos e no início era um texto desses que estava a preparar. Entretanto a preguicite aumentou e acabei por apenas identificar as plantas. Um beijinho.
- Como já disse atrás, não estou propriamente doente, Luciano. Mas agradeço a força. Tenho que pedir ao meu tio a receita da aguardente de amêndoa (??) feita com os caroços das nêsperas e entretanto a ver se encomendo aqueles sapatinhos de agricultor pelos quais me apaixonei.
- Não esperava que tornasse a aparecer, Osvaldo. Sei que é um homem muito atarefado e com os segundos todos contadinhos. Por isso mesmo, fiquei muito satisfeita por o ver passar por aqui mais uma vez. Estou a pensar em escrever aquela história da garrafa deitada ao oceano quando ia a caminho da guerra. Se conseguir escrever sobre isso, depois peço-lhe licença para publicar.
- Não tenho vinho novo Manuel Anastácio, mas tenho a minha sidra que muito fresquinha também escorrega bem. Nem sei se tem álcool ou não. Mas é um gozo tirar a rolha e vê-la armada em champanhe. Quanto ao Seringador só olhei melhor para ele depois de ver o teu post. A minha recolha foi no sentido de aumentar a tua :))
- Obrigada pela visita Cláudia. Entrei na tua galeria e estive a ver as belíssimas fotos que publicaste. Parabéns. Em breve porei mais fotos do meu jardim para sentires o perfume desta zona de Portugal.
- Olá Moura. A verdade é que o prof. Paiva continua a encantar com a sua sabedoria, as suas histórias e o seu bom humor. É sempre um prazer estar com ele. Parabéns pelo teu blog.
- Pois é Besnico, procurei-te no Maria Pedrógão mas infelizmente já andavas desaparecido. Fiquei satisfeita por teres dado à costa embora meio amnésico :)) Quanto aos rábanos parece-me que estás a misturar alhos com bugalhos.
- Obrigada Badala. A ver se um dia destes mostro um plano geral de um dos jardins. Dos vários chás que poderia fazer, limito-me ao de hortelã, tília, lúcia-lima e príncipe. A ver se num futuro mais ou menos próximo mostro as restantes aromáticas.

Para todos os amigos presentes e ausentes, aqui fica o meu apertado abraço

Fatima Vinagre disse...

O mangericão está lindo! O meu nunca vingou, vai-se lá saber porquê.
Espero que melhores rapidamente e que "arrebites".
Esse termo que dizes ser uma palavra tão vulgar, nunca o ouvi na minha zona, mas acho-o muito engraçado. Bj

greentea disse...

e que lindo jardim tu tens . adoro plantas.

Eusalia disse...

Voce não me conhece ,mas, amei visitar seu lindo jardim! Parabens!!!

Anónimo disse...

TELINHA ADOREI CONHECER O TEU JARDIM, ADORO ,PLANTAS BJS.

Anónimo disse...

necessario verificar:)