2006-11-18

Theo Jansen, a criatura e o vento

Há dias falaram-me do artista plástico holandês Theo Jansen que eu não conhecia. Disseram-me que fazia “esculturas cinéticas” e eu não conseguia imaginar que tipo de movimento é que teriam. Simpaticamente enviaram-me alguns vídeos para eu ter uma ideia do tipo de trabalho desse artista. As estruturas são feitas com tubos plásticos levíssimos que quando sujeitas à força do vento ganham uma dinâmica que as fazem movimentar. Parecem criaturas inteligentes graças a sensores que as afastam de obstáculos ou fixando-se ao solo quando se aproxima um vento forte demais. Por ter ficado tão deslumbrada com esta ligação da arte e a técnica, não resisti a publicar um dos vídeos para quem tal como eu ainda não tenha esbarrado com esta maravilha.


E se quiserem ter mais informações podem aceder aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=gx6fiGwmfzI

9 comentários:

anete joaquim disse...

É o que se chama uma "arte fugidia!" A libertação do criador. Não conhecia este artista. O vídeo está giríssimo!
Obrigada por partilhares.
Tudo bem contigo? Já tens neta?
Um beijão

Anónimo disse...

Fiquei de boca aberta a ver o teu filme. Na realidade, embora ache que o trabalho está muito bem feito com uma boa pitada de engenharia e arte, não sei como é que alguém passa provavelmente todo o seu tempo a construir estes objectos.
Penso que não deve necessitar de trabalhar noutro ramo ou, então, é rico! Bj

Lammazze disse...

Que coisa brutal!
E que paciência maior ainda!!
Um abraço,
Lammazze

Anónimo disse...

Magnífico! Seria um crime colocar num emprego comum, quem faz maravilhas destas!
:) obrigado pela "Notícia"!
Bj

farinho disse...

Realmente é impressionante a imaginação deste homem.

Beijocas.

MaD disse...

Que coisa interessante... O homem é um génio e deve ter uma paciência enorme.
Cumprimentos.

Badala disse...

Que trabalho espectacular. Muito interessante.

Chauffeur Navarrus disse...

Fabuloso.

eriovasti disse...

Fántástico é o que me ocorre